2-12-edema-macular-diabetico-boas-noticias -em-goias
Share

Para garantir a prescrição segura e racional de medicamentos para o tratamento do Edema Macular Diabético (EMD), a Secretaria de Estado da Saúde de Goiás aprovou um novo Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas (o chamado PCDT) para o tratamento do Edema Macular Secundário à Retinopatia Diabética (EMD) em Goiás.1

O PCDT é um documento que traz orientações gerais em relação ao diagnóstico e tratamento de uma doença, com o objetivo de estabelecer padrões a serem seguidos pelos médicos (como exames e tratamentos). No novo PCDT, a boa notícia para os goianos com EMD foi a inclusão de uma nova classe de medicamentos: os anti-VEGF.1 São injeções intraoculares que têm capacidade de impedir a progressão do EMD e, em alguns casos, até recuperar parte da visão perdida.2,3

Com a inclusão no PCDT, os pacientes em tratamento no Sistema Único de Saúde (SUS) poderão ter acesso a essas terapias, além de outros tipos de exames diagnósticos e tratamentos para o EMD.1

O que é o Edema Macular Diabético?

O Edema Macular Diabético (EMD) é uma grave consequência do diabetes não controlado e afeta uma área da retina do nosso olho, que é responsável pela visão central nítida, usada para ler, reconhecer rostos, cores e dirigir.4

Apesar de apresentar poucos sintomas no início, as complicações do EMD vão ficando mais sérias com o passar do tempo, e se não diagnosticado e tratado corretamente pode evoluir para cegueira irreversível.5

Tratamento do EMD

Durante muitos anos, a cirurgia era o único tratamento para a doença. No entanto, mais recentemente, novos tratamentos com medicamentos anti-VEGF e implantes têm demonstrado parar a progressão do EMD e, em alguns casos, até recuperar parte da visão perdida.2,6

A vantagem da utilização destes medicamentos é que eles podem proporcionar recuperação da acuidade visual rapidamente,2-4 além de dar segurança aos pacientes, evitando infecções oculares e outras consequências graves.2-4,6

Poderão se beneficiar do novo Protocolo pacientes goianos diagnosticados com EMD nos serviços credenciados e habilitados pelo SUS, que tenham documentos e exames médicos comprobatórios.

Fique de olho!

Se você não tem EMD, mas tem diabetes, saiba que o diagnóstico precoce e o tratamento são essenciais para evitar a cegueira irreversível.5,7 Procure um oftalmologista perto de você agora mesmo!


Referências

1. ESTADO DE SAÚDE (Goiás). Portaria nº 04/2019/2019 – SES. Aprova o Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas para o tratamento medicamentoso do Edema Macular Secundário à Retinopatia Diabética no Estado de Goiás. Diário Oficial [do] Estado de Goiás.
2. Tan GS; Cheung N; Simó R; Cheung GC; Wong TY. Diabetic macular oedema. Lancet Diabetes Endocrinol. 2017; 5: 143-155.
3. Mendonça L. Na era dos anti-vegfs faz sentido fazer laser focal/grelha macular no tratamento do edema macular diabético? Oftalmologia. 2014; 38 (3).
4. National Eye Institute. Macular Edema. Disponível em: https://www.nei.nih.gov/learn-about-eye-health/eye-conditions-and-diseases/macular-edema Acesso em novembro de 2019.
5. American Academy of Ophthalmology. Macular edema symptoms. Disponível em: https://www.aao.org/eye-health/diseases/macular-edema-symptoms Acesso em novembro de 2019.
6. Wong, Tien Y. et al. Guidelines on Diabetic Eye Care. Ophthalmology 2018; 125 (10): 1608 – 1622.
7. Sayin N, Kara N, Pekel G. Ocular complications of diabetes mellitus. World J Diabetes. 2015; 6(1):92–108.

Share