4-7-surpresa-boa_entrevista-com-andre-marques
Share

Já pararam para pensar em como alguma coisa que à princípio nos parece muito ruim, ou assustadora, pode, ao longo do tempo, trazer muitos aprendizados e até surpresas boas? Com o meu diabetes tem sido assim… E hoje vou contar para vocês como foi conhecer o André Marques ao vivo e a cores!

Naquela madrugada, o despertador tocou as 04h00. Sentada na cama, pensei com o maior respeito naquelas pessoas que se levantam tão cedo para ir ao trabalho, ou naquelas que acordam nesse horário – com a maior alegria, para correr ou treinar…. eu realmente gostaria de ter essa disposição tão cedo! Mas nesse dia algo muito incrível estava para acontecer e, por isso, lá estava a Aline toda maquiada às 5 da manhã.

No caminho para o estúdio, minha mente viajou pelo tempo e por tantas coisas que o Diabetes já me proporcionou. Sim, eu não me cuidei o quanto deveria, e mesmo assim, sou presenteada pelo universo com situações como as daquela sexta feira: participar de uma campanha de conscientização de pessoas com diabetes para que os cuidados com a retina estejam SEMPRE nas suas listas de prioridades. E esse cuidado que eu negligenciei no passado e que poderia sim ter evitado a perda de 50% da minha visão no olho direito, de repente se transformou em motivação: para agradecer, para aconselhar, para dar força a quem está passando por isso. Como a vida reserva surpresas em nossos caminhos!

Ao chegar no local, depois de ganhar um mimo do maquiador, o clima foi ganhando o astral que aquele importante dia merecia, a começar pela energia do embaixador da campanha: o apresentador André Marques. Foi um bate papo delicioso, descontraído e acima de tudo verdadeiro. Não falamos só da doença, falamos de prevenção, e da importância da disciplina na vida de quem convive com o Diabetes.

Feliz? Ah, acho que feliz é algo de se esperar… Mais do que feliz, eu fiquei honrada! Honrada em poder expor minha história e, através dela, quem sabe, mudar o pensamento de tantos que preferem fazer de conta que está tudo bem, mesmo quando as coisas não estão bem. A Retinopatia é silenciosa, não dá sinais. Não dói e é justamente por isso que não pode ser deixada de lado!

Convido você a assistir aos vídeos da campanha do De Olho no Diabetes e também para compartilhar o conteúdo em suas redes sociais. Informação de qualidade, nunca é demais! Contribua para que este conteúdo alcance cada vez mais pessoas! Participe!





Sou Aline Peach, tenho 42 anos e 40 anos de Diabetes Tipo 1. Quer conhecer um pouco mais do meu trabalho? Acesse o site Clube do Diabetes e me siga no Instagram no perfil @clubedodiabetes

Aline Peach / Clube do Diabetes

Share